PREVENÇÃO CONTRA A INFECÇÃO POR CORONAVÍRUS NO AMBIENTE DE TRABALHO, APÓS A ABERTURA DA ECONOMIA

O coronavírus (COVID-19) é contagioso tanto no ambiente de trabalho interno, quanto no externo. O trabalho, portanto, independente do local de sua execução, deve ser organizado de acordo com as mesmas diretrizes.

De acordo com a legislação trabalhista vigente, compete ao empregador assegurar um ambiente de trabalho seguro. Com o advento da pandemia do coronavírus, os empregadores devem planejar e organizar o retorno ao trabalho, de modo que sua a execução protejam adequadamente os empregados do contágio enquanto desempenham suas funções.

As autoridades divulgaram uma série de guias para organização do ambiente de trabalho que devem ser seguidas pelas empresas, ou ajustadas à sua realidade. Entre as mais eficientes e fáceis de aplicar, destacamos:


Organize o trabalho de modo que os funcionários possam trabalhar, mantendo uma distância mínima entre si:


  • Crie estações de trabalho divididas;

  • Evite ter muitos funcionários trabalhando na mesma sala, prejudicando um distanciamento seguro.

  • Distribua avisos, em locais de fácil visualização, alertando sobre a necessidade do distanciamento.

Disponibilize locais para limpeza de mãos ou acesso a álcool 70% em todos os setores relevantes:

  • Na entrada do ambiente de trabalho, assim como nas salas e estações de trabalho;

  • Próximo ao sistema de registro de ponto eletrônico, instruindo seu uso antes e após o registro de ponto;

  • Nas áreas de descanso;

  • Nos provadores e banheiros;

  • Incentive os funcionários a lavarem as mãos no início da jornada, bem como antes e depois dos intervalos;

  • Instrua os funcionários para evitar compartilhamento de objetos.

  • Distribua avisos, em locais de fácil visualização, alertando sobre a necessidade da limpeza.

Minimizar o contato entre as pessoas:

  • Fazer escala dos intervalos, a fim de evitar aglomerações;

  • Organizar o expediente em horários escalonados, para que os funcionários possam manter distância um do outro em relação a, por exemplo, vestir-se e se alimentar;

  • Quando possível, permitir pausas ao ar livre;

  • Orientar para que cada empregado use suas próprias ferramentas, sempre que possível;

  • Instruí-los a higienizar as mãos antes e após o uso de equipamentos;

  • Cancele reuniões que não sejam urgentes ou realize-as, quando possível, por videoconferência ou por telefone;

  • Priorize o home office em casa sempre que a tarefa permitir, ou em caso, do empregado se sentir mais confortável dessa forma;

  • Quando o trabalho presencial não puder ser dispensado, use e disponibilize aos colaboradores máscara de proteção.

  • Distribua avisos, em locais de fácil visualização, advertindo os empregados para evitar contatos físicos.

Priorize a limpeza e higienização regular de objetos e superfícies.

  • Limpe mais regularmente do que o habitual;

  • Limpe alças, maçanetas, superfícies e banheiros várias vezes ao dia;

  • Verifique se há ventilação frequente nos ambientes de trabalho;

  • Limpe as mesas entre as refeições;

  • Limpe, periodicamente, lavatórios e cadeiras das salas de reuniões;

  • Não esqueça de limpar a máquina de café ou o microondas e demais utensílios de uso frequentes nas copas, e åreas comuns.

  • Distribua avisos, em locais de fácil visualização, compartilhando com todos a responsabilidade pela higienização regular.

Disponibilizar e exigir o uso de máscara.

  • Exigir o uso de máscara no ambiente de trabalho, inclusive, durante os intervalos.

  • Orientar sobre a necessidade de uso da máscara durante o deslocamento casa/trabalho.

  • Fornecer máscaras para os empregados que se apresentem sem as mesmas, conforme indicação das autoridades de saúde, observadas as normas de segurança e recomendações do Ministério da Economia.

  • Observar as recomendações das autoridades de saúde ou do fabricante quanto à correta manipulação, higienização e guarda da máscara de proteção.

  • Orientar quanto ao uso individual da máscara e sobre a proibição de compartilhamento.

  • Distribua avisos, em locais de fácil visualização, alertando sobre a obrigatoriedade do uso da máscara.

Informar e instruir os funcionários sobre como limitar a infecção.

A legislação trabalhista brasileira dispõe que é responsabilidade do empregador conscientizar os funcionários sobre quaisquer riscos que possam estar relacionados ao trabalho.

O objetivo desse trabalho é também criar entendimento entre os funcionários sobre a importância de cada indivíduo se proteger da infecção por coronavírus, estendendo esses cuidados em suas residências, ou à bordo de transporte públicos.

Os serviços de saúde e segurança do trabalho deverão planejar, estabelecer e revisar constantemente as rotinas de trabalho.


Links úteis